(início)   (sobre nós)   (guiões)   (cibercursos)   (dicionários)   (FAQ)   (equipa)   (contactos)   (acesso)
ACESSO PESSOAL



Take a look at our new courses here

Bookmark and Share

GUIÃO DE AULA

(descarregar PDF)

Ano: 8.º

Resumo de «História da Gata Borralheira», de Sophia de Mello Breyner Andresen

Principais competências visadas: escrita e leitura

Objetivo(s):
• Utilizar com eficácia técnicas de reformulação textual.
• interpretar textos com diferentes graus de complexidade, articulando os sentidos com a sua finalidade, os contextos e a intenção do autor.
• Analisar processos linguísticos e retóricos utilizados pelo autor na construção de uma obra literária.

Passo 1. Leitura do conto.

Passo 2. Realização do exercício Reconstrói o resumo.

Passo 3. Resolução de um questionário de leitura orientada do conto, para trabalhar a classificação do narrador.

ANEXO: Língua Portuguesa – 8.º Ano
Leitura orientada do conto «História da Gata Borralheira»

1. Relê o conto desde o seu início até à página 13, 4.º parágrafo (até "Sei lá!").

1.1. Identifica os diversos modos de representação do discurso, delimitando-os.

1.2. Justifica a resposta à pergunta anterior.

2. Relê o conto desde o 3.º parágrafo da pág.16 ("Sempre sonhara ir a um baile.") até ao 1.º parágrafo da pág.17 ("À noite entre lilás e cor-de-rosa quase nem se distingue").

2.1. Quais os adjetivos usados para a caracterização das criadas?

2.2. Quais os adjetivos usados para a caracterização da vida de Lúcia?

2.3. Como é caracterizado o mundo onde Lúcia queria entrar?

2.4. A caracterização das criadas, da vida de Lúcia e do "outro mundo" é feita na ótica de quem? Justifica a resposta.

3. Relê o conto desde o 11.º parágrafo da pág. 21 ("As palavras da rapariga...") até ao 3.º parágrafo da pág.22 ("Enquanto se interrogava…").

3.1. O narrador reproduz o pensamento de Lúcia. O que pensava ela?

3.2. O que é que o narrador diz a respeito do estado de espírito de Lúcia?

3.3.A rapariga tentava ou não, com os seus conselhos, defender Lúcia? E podia Lúcia saber disso nessa altura? Justifica a resposta.

3.4. O narrador, nesta altura, demonstra ter que tipo de conhecimento da ação: (i) apenas o que se pode ver ou ouvir; (ii) o que uma personagem sabe; (iii) sabe tudo o que diz respeito à ação?

4. Relê o conto desde o 5.º parágrafo da pág.43 ("Quando ao clarear do dia….") até ao fim do conto.

4.1. São referidos factos inexplicáveis e explicáveis.

4.1.1.Que factos?

4.1.2. Esse factos são explicáveis/inexplicáveis na perspetiva de quem?

5. Atenta nos seguintes excertos do conto.

A. " Vistas do jardim essas coisas pareciam feéricas e irreais. Delas subia, perante a alegria serena da noite, uma alegria rápida e agitada, desgarrada e passageira, um pouco triste e cruel."

B. "Era um homem de bela aparência e de ar exato e brilhante. Tudo nele mostrava inteligência, poder, posse, domínio."

5.1. Comenta a caracterização presente em ambos os excertos.